Você está aqui

A cadeia de blocos inquebrável

O fato do blockchain ser mantido por muitos blocos de segurança é a maior inovação desde a chegada da internet. Mas o que é isso exatamente?
 
Imagine um longo registro de dados duplicados em milhões de máquinas e mantidos dia e noite pelas mesmas. Já não é necessário depender de um banco para consultar quanto dinheiro tem ou para quem o enviou. O blockchain promete fazer isto de forma mais rápida, mais barata e mais precisa.
 
Os inovadores tecnológicos dos serviços de dados que abastecem as cadeias estão inspirando e explorando seu respectivo potencial, tal como os criadores de conteúdos independentes como, por exemplo, artistas e músicos. Em essência, os blockchain possuem uma premissa muito simples: existem novas formas de ter a certeza das coisas - novas formas de armazenar informações, novas formas de autenticar processos e de o fazer de forma mais segura.
 
 

A fortalecida economia do trabalho temporário

 
Na sociedade em que a confiança nas fontes de autoridade tradicionais está cada vez pior, ganham popularidade novos rumos para a verdade comercial e a criação de confiança. O blockchain anuncia um futuro em que a verdade é tangível e mecanizada, criando novas relações entre as organizações, os colaboradores e os clientes.
 
A capacidade dos contratos inteligentes permitirem uma revolução do pagamento no ato irá fortalecer ainda mais a chamada economia do trabalho temporário, em que os trabalhadores independentes só realizam horas de trabalhos quando existe procura por parte dos consumidores.
 
A economia gerada pelos contratos de curto prazo e trabalhadores autônomos aumentou em toda parte nos últimos 10 anos. Nos EUA, aumentou em 50%, segundo pesquisa realizada por L. Katz e A. Krueger, em 2016. As motivações mais fortes mencionadas para aderir à economia de trabalho temporário são a capacidade de trabalhar de forma flexível e de manter um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.
 

Contratos para a eliminação de intermediários

 
Dentro de alguns anos, olharemos para trás e pensaremos que que o blockchain foi o início da revolução de dados. Espera-se que o respectivo impacto a longo prazo na futura força de trabalho seja profundo.
 
O EOS, fundado em 2017, é um sistema operacional em que vários aplicativos podem ser ativadas por meio da utilização de contratos inteligentes que se executam automaticamente de acordo com um código predeterminado. É provável que os advogados estejam sendo abordados pelos programadores para utlizá-los. Os contratos baseados em dados irão começar a se fundamentar em algoritmos em vez de pessoas.
 
A capacidade de manter um registro de atividade de forma transparente e segura irá conferir a si mesma um mundo em que os intermediários se encontram sob uma pressão crescente para demonstrar o seu valor. A verificação das informações e o desempenho do papel de intermediário de confiança tornar-se-ão cada vez mais obsoletos com a proliferação da cadeia de blocos. As relações entre pares deixarão de ser tão arriscadas como o podem ser atualmente na Internet.
 
A Steemit é uma rede social concebida utilizando a cadeia de blocos. Os fornecedores de conteúdos para a rede são premiados com "tokens" por criarem conteúdos na mesma. A estrutura de tokens das empresas pode ditar os rendimentos dos criadores de valor, permitindo às pessoas ganhar a vida num ambiente entre pares, sem a mediação de uma empresa.
 

Transparência integrada

 
O planeamento será um conjunto de competências cada vez mais importante nos serviços baseados na cadeia de blocos. O código irá ganhar discussões e ser integrado na cadeia de blocos sem a necessidade de qualquer discussão ou procedimento de tomada de decisão presencial.
 
Já em utilização em várias indústrias, a Project Provenance utiliza a cadeia de blocos para criar um sistema que pode ser utilizado por qualquer pessoa para garantir a proveniência de qualquer coisa, desde os grãos de café até um rolo de tecido. A transparência integrada nas soluções de cadeia de blocos como esta traduz-se na manutenção das empresas em um nível mais elevado de responsabilização pelas suas práticas.
 
As novas estruturas empresariais irão parecer que têm como objetivo a integração entre o criador de valor e os beneficiários desse valor. Ao utilizarem estruturas de tokens, as pessoas terão uma capacidade sem precedentes de ser o seu próprio chefe. Imagine uma Uber administrada pelos condutores.
 
O Everledger é um sistema de deteção de fraudes para o setor do comércio de diamantes. Ao colocar contratos inteligentes num livro-razão distribuído, a proveniência e o histórico do produto são garantidos, evitando a fraude e a comercialização ilícita. A responsabilização deste tipo irá permitir aos futuros colaboradores ver uma empresa como ela é realmente, e não apenas a imagem que pretende projetar. A reputação dela irá se tornar uma ferramenta ainda mais essencial na atração de talentos.
 

Saiba mais sobre outras tendências futuras: 

 

Sobre o estudo



A Michael Page, em parceria com os analistas de tendências da Foresight Factory, realizou uma investigação para analisar as tendências e tecnologias atuais que darão forma ao local de trabalho do futuro. Por meio de uma análise destas tendências e com a contribuição dos nossos consultores de recrutamento especializado, antecipamos algumas tendências que serão cruciais para as competências necessárias nas funções em setores laborais essenciais.